Roteiro de 3 dias em Roma (dia 2): Piazza Spagna, Vaticano, Piazza Navona e Fontana de Trevi

dicas de roma

Podem acreditar. Eu estou escrevendo este post, durante a viagem, com a certeza de que não conseguirei expressar metade do que eu vi, vivi e senti neste segundo dia em Roma. Digo isto porque eu imaginava como seria bonito, e bom, contemplar tanta arte e tanta história. No entanto, só pisando aqui para compreender de fato o encanto que é essa cidade em todos os sentidos. Nem mesmo as imagens que vi antes, tampouco as diversas que fiz, podem traduzir cada pedacinho desse lugar.

Um mapa é o melhor guia

Primeiro de tudo, o velho ditado ” Quem tem boca vai a Roma” é dito e feito. Com um mapa em mãos, e poucos dias, é possível viver a magia desta cidade. É muito fácil se deslocar de metrô. Os ônibus são um pouco cheios, mas existem várias linhas. Em dois dias, já fizemos 90% de todos os lugares que planejamos para três dias inteiros. E com calma e sem correria. A famosa estação Termini concentra os trens interurbanos, além de duas linhas de metrô ( com Roma Pass, você usa um cartão para entrar, sem fila, em dois pontos turísticos, além de usar no metrô quantas vezes quiser. São 30 euros muito bem pagos). Gente, que lugar grande! Fora as lojistas né….No final do passeio de hoje, encontrei lá a Sephora. Meus pés já estavam daquele jeito, mas os meus olhos brilharam quando vi taaaaanta maquiagem! Bom, mas isso é apenas um detalhe que, sinceramente, é o mínimo diante de tanta magia que cada cantinho de Roma oferece.

Da Termini, onde estamos hospedados, às 9h pegamos o metrô só para conhecer a Fontana de Tritoni – duas estações depois (Barberini). De lá, na estação seguinte (Spagna) fomos conhecer a Piazza Spagna que é um local onde os romanos se reúnem para pegar sol e conversar nas escadarias …Muito bacana! Estava vazia porque era cedo. Ficamos lá sentadinhos, mas confesso que como carioca senti calor rs

Piazza Del Popollo

Piazza Del Popollo

Então, de metrô, na estação seguinte (Flaminio) descemos na Piazza del Popolo. Nos quatro cantos, muitas esculturas, além de igrejas enormes e lindas. Pena que não dá ora fazer uma foto que registra tudo! Só sei que ouço muita gente falar ” igreja é tudo igual” . Me perdoe quem acha isso, mas não é não. Aqui, é claro, os estilos são muito diferentes do Brasil, por exemplo. Pensar que elas têm séculos e séculos de existência, me faz imaginar como foram feitos tantos detalhes nas paredes e nos tetos imensos, logo em uma época que nem elevador havia, além de muitos outros instrumentos que facilitam a nossa vida hoje.

Piazza Del Popollo

Piazza Del Popollo

O papa é pop e o Vaticano idem

Hoje, domingo, não poderíamos deixar de ver o papa. Vir a Roma e não vê- lo, não tem como. O Vaticano é considerado um país e, confesso que estar ali, me fez sentir pequena diante de tanta beleza, riqueza, imensidão, detalhe..É tudo único. Como já disse, não há formas de registrar em imagens o quão é lindo!!! O pronunciamento do Papa foi às 12h. Chegamos uma hora antes e fomos ficar lá na frente para vê- lo mais perto. Estranhei porque muita gente não se aproximava de umas grades da Basílica de San Pietro. Mas, enquanto eu sentada no chão esperava, notava muitas excursões com pessoas de todo o mundo. Raças, línguas….nossa é encantador! A sensação é que o mundo todo está ali rs.. O Thiago me ouvi falar umas vinte vezes, sem brincadeira, a frase ” Eu ainda não acredito que estou aqui.” E olha que amanhã nós vamos à Basílica de San Pietro, Capela Sistina e Ao Musei de do Vaticani.

20120610-195027.jpg

20120610-195732.jpg

Só sei que, de repente, o papa apareceu de uma janelinha que não era ali na frente da Basílica, mas consegui registrá-lo perfeitamente. Aí entendi o porquê da grade estar vazia hahahahaha Corri para lá e deixei meu terço cair no chão. Não o encontrei, mas comprei um lindo com uma fragância ótima. Um não, alguns rs..Emocionada, depois da breve oração em três línguas, incluindo a oração do Angelus, fui saindo da Piazza San Pietro em direção ao Castelo de Sant’ Ângelo ( imeeeeeso) A cada passo, olhava para trás e um novo ângulo eu registrava, com ou sem zoom, cada detalhe do maior templo religioso do mundo.

20120610-195549.jpg

20120610-200024.jpg

Sol, arte e gelatto

Almoçamos, tomamos um gelatto ( que gelatto) e seguimos por umas ruas lindas e cheias de construções de época com aqueles vazios de flores nas janelas. En-can-ta-dor!!! Só ando olhando pra cima e tropeçando, pra variar rs. Chegamos à Piazza Navona ( onde um padre foi afogado, no filme Anjos e demônios ) que também contempla a embaixada brasileira, além de belos restaurantes e pintores espalhados. Sentamos num banquinho para tomar sol.

20120610-200616.jpg

Quando esquentou demais, seguimos para o Pantheon onde está o famoso Pintor Rahael, mestre da pintura e da arquitetura da escola de Florença durante o Renascimento Italiano. Lá dentro, uma gravação pede silêncio, de dez em dez minutos, em cinco idiomas. Descansamos nos banquinhos e enchemos nossa garrafa de água ( nas fontanas e pelas ruas há água potável de graça).

20120610-200856.jpg

No caminho para a tão famosa Fontana de Trevi, vimos mais uma igreja imensa e entramos. Gente, eu fiquei pasma!!! A pintura no teto é tipo efeito em 3D que dá a ideia de que a arte foi feita nas curvas do teto. Não sei me expressar bem, mas a pintura é toda feita diretamente no teto, mas quando olhamos direto, percebemos que alguns relevos eram ilusórios. Esta foi a Iglesia de San Ignacio do Loyola.

20120610-201445.jpg

Ainda no caminho para Fontana do Trevi, falei pro Thiago ” eu não sou a entendedora de história e arte, mas lembro de muita coisa dasnulas de história da Arte. Estou encantada com cada igreja, cada arquitetura, gravura, textura, forma…é surreal! Quero ir para Jerusalém, Grécia, Egito…huuuuuum!!!! Sei que viajamos com os pensamento até chegarmos. Olha, nunca vi taaaanta gente disputando um lugarzinho para uma foto. A Fontana di Trevi é esplêndida!!! Uns passam eufóricos e sorridentes na sua frente para disputar um ângulo.

20120610-201253.jpg

Outros arranham o inglês para lhe oferecer uma foto. Sentamos, jogamos nossa moedinha para voltamos a Roma (crendice) e ficamos tomando sol e molhando as mãos naquela água gelatina…! Por fim, felizes, voltamos para a estação de metrô Barberini para descansar 😉

Thiago está dormindo e eu aqui no blog 😉

Agora em Roma são 20h20 ( 15h20 no horário de Brasília). Mais tarde, vamos sair para jantar e aproveitar para contemplar o Colosseo e a Fontana do Trevi com as luzes acessas.

Desculpem- me o tamanho do texto. Acreditem, é pequeno diante a imensidão do que vivemos e vimos nesse lindo domingo… Estou realizada demais!!

Anúncios
Sobre O Tour Nosso de Cada Dia (214 artigos)
Como bons jornalistas, gostamos de escrever. Aqui, vamos fazer uma espécie de bastidores das nossas viagens, expectativas, ansiedades, preparativos e muito mais. Esperamos dividir com você um pouquinho da nossa paixão (literalmente) por viagens.

10 comentários em Roteiro de 3 dias em Roma (dia 2): Piazza Spagna, Vaticano, Piazza Navona e Fontana de Trevi

  1. Amanda Missel // 10/03/2016 às 20:33 // Responder

    Tudo muito lindo, Aline! Queria muito conhecer Roma, mas tenho medo porque não falo nenhum idioma, só dou uma arranhada no espanhol. Será que eu conseguiria passear por Roma? É muito dificil se comunicar por lá?

    • Oi, Amanda! Não é difícil não.. É muito tranquilo até. Só que eles falam inglês. Pelo menos um pouco de inglês básico é bom. Espanhol não tentei falar. Alguns países, se você tiver jeitinho, você se vira bem! Vá sem medo!! Bjos

  2. Olá Aline, gostei do seu relato de viagem, muito bom! Gostaria de saber como comprar esse Roma Pass, estando aqui no Brasil mesmo, e quanto custa?
    Obrigada,
    Vania

  3. Sandro Stéfano // 10/06/2012 às 19:53 // Responder

    Roma é belíssima. Sinto muita saudade dessa cidade. Está marcada na memória para sempre 🙂

  4. Renato Batista // 10/06/2012 às 17:23 // Responder

    Dan Brown passou por aqui.

  5. Quando vi a primeira foto desse post falei logo: Essa Imagem é no centro do Vaticano!!! E ñ é que eu acertei??? I eu estive lá com 8 anos de idade, mas essa imagem marcou na minha memória… Ahhhh a Europa. AMO DEMAIS!!!!!

  6. Quando vamos a Roma, as vezes não precisa saber muito de historia, pois ela acaba entrando por osmose.

Ficou com alguma dúvida ou quer elogiar? Deixe-nos um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: