Passeio romântico por Veneza no dia dos namorados

dicas de veneza

❤ Per amore hai mai fatto niente solo…
Per amore hai sfidato il vento e urlato mai ?
Per amore hai mai corso senza fiato…

Por amor você já fez alguma coisa
Apenas por amor? Já desafiou o vento e gritou?
Por amor, você já correu até ficar sem fôlego? ❤

Este post promete agradar os apaixonados 

Eu, Aline, sou apaixonada pela música “Per Amore” desde a novela Por Amor. Ela tem uma letra um pouco triste que é o antônimo do que eu tenho para dizer neste post sobre Veneza. Escolhi esses trechos porque, de uma certa forma, eu e Thiago vivenciamos coisas semelhantes com o que diz essa parte citada acima.

Escolhemos passar o Dia dos Namorados em Veneza. Saímos de Roma, dia 12, no trem da Eurostar (Trenitalia) às 7h45 e chegamos em Veneza 12h, com atraso de 25min. Fizemos uma viagem ótima e, quando estávamos chegando, o tempo parecia não colaborar. Alguns chuviscos, muitas nuvens e vento frio. Descemos do trem e eu falei para ele “Com sol ou chuva, isso aqui é tudo nosso”. Mas, senti que ele estava meio preocupado com o fato de saber que era um dos destinos que eu mais esperava nesta viagem. Enquanto eu mal saí da estação e já queria fotos, mesmo com o tempo feio, sentia que ele me olhava pensando: “tudo que ela quer é registrar esse momento neste 12 de junho…tomara que não chova…” Falei para ele relaxar porque o importante eu já tinha: a companhia e o lugar.

20120614-000540.jpg

O hotel fica uns 3 minutos andando da estação. Deixamos as malas e saímos para comprarmos o mapa. Pagamos 3 euros. À medida que andávamos, descobríamos ruelas com casinhas lindas e floridas. Construções muito antigas que traduzem o charme veneziano. Eu olhava só pra cima e sorria…Acho que em 10 minutos caminhando foi o suficiente para o sol perceber minha alegria e aparecer. Pronto.

20120614-000744.jpg

Começamos a registrar tudo! As barracas com frutas, as vielas, os restaurantes à beira dos canais, as diversas pontes…Caminhávamos e nos perdíamos, como todo mundo diz que é a melhor coisa. Olhar para o mapa é muito mais complicado do que seguir as indicações pelos caminhos. A sensação de já ter passado por uma ruela e descobrir que o caminho era outro é bom demais!

20120614-001138.jpg

Passamos por um gondoleiro e pensamos em fazer depois de um almoço. Ele informou que o tempo podia mudar de uma hora para outra. O Thiago viu meus olhos brilharem e não pensou duas vezes. Entramos na gôndola e o Igor ( gondoleiro), foi muito gente boa conosco. Nos contou a história de Veneza entre outras curiosidades. De repente, ele começou a cantar e eu fiquei sem ação! Parei de fotografar e curti o momento…

20120614-001509.jpg

20120614-001739.jpg

Ele cantou uma linda canção que não sei o nome, mas sei que é do Andreia Bocelli. Nao aguentei e chorei de alegria, agradecimento, felicidade…um mix de sentimentos tomava conta de mim! Depois, ele cantou de novo e eu fui filmar, mas cheguei ao hotel e percebi que não havia apertado o REC rs… Só sei que desci da gôndola e falei para ele ” Você realizou meu sonho. Te amo…!!! Olha o Thiago me fotografando emocionada rs

20120614-001946.jpg

Depois continuamos a caminhada até a Ponte Rialto. Perfeito o visual lá de cima. Inclusive, passamos debaixo dela na gôndola.

20120614-011409.jpg

20120614-011600.jpg

Em seguida, foi bravo para achar a praça São Marcos. Eu não queria saber do mapa. Queria me perder mesmo 🙂 Quando chegamos, fiquei pasma com o tamanho da basílica, com o Palácio Ducalle, a Torre do Campanário e com a vista lá de cima. É possível ver Veneza inteira, até mesmo as ilhas. O frio lá do alto estava demais e não demoramos.

20120614-002741.jpg

20120614-003007.jpg

Descenso, almoçamos e depois ficamos sentados na beira do canal onde chagam os Vaporettos vindo de Murano e Burano. Achamos, sem querer, a Ponte do Suspiro, bem pertinho do Palácio Ducalle. Estava lotada de gente!!! Uns ficam tão à vontade que nem essa aí da foto abaixo hahahahahaha

20120614-015135.jpg

20120614-011618.jpg

Retornamos ao hotel numa caminhada longa de uns 20 minutos e paramos na metade para tomar um gelatto, é claro. De noite, assim como em Roma, começa a escurecer lá para as 21h. Fomos caminhando novamente. Dessa vez para conhecer Veneza à noite. Até gostei, mas espera mais. As luzes se fosse amarelas dariam um visual mais bonito, que nem Paris talvez. Jantamos massa com a vista para a Ponte Rialto e assim encerramos o 12 de junho mais lindo que já tivemos. À noite, minha máquina não é muito boa…mas a vista desse local é linda!

20120614-003313.jpg

Murano e Burano

Hoje, dia 13, acordamos tarde: 10h. Compramos os times do Vaporetto por 24h com o bilhete de ônibus até o aeroporto Marco Pollo, de onde saímos para Paris. Chegamos em Murano 12h. O trajeto de Vaporetto dura 30 minutos. Entramos em uma fábrica de vidro e pagamos 6 euros (para os dois) para assistirmos como são feitos os objetos, lustres entre outros. Sob a temperatura de 550 graus, um senhor colocou um ferro comprido dentro de um forno. Depois, retirou e assoprou a ponta do ferro. Parecia uma bola de chiclete. Com uma tesoura enorme, começou a moldar, como se fosse mansinha. O resultado: um vaso lindo!! Depois, ele fez um cavalo da Ferrari. É impressionante a habilidade com as ferramentas e a maneira de fazer as patas, o rabo…um verdadeiro artista.

20120614-004035.jpg

Caminhamos e achamos outra fábrica, mas com entrada de graça. Porém, só mostram como era feito um copo com pedrinhas coloridas. Conclusão: vale à pena pagar e ver realmente o segredo da coisa. Andamos na ruazinha principal e depois fomos para Burano, que fica a uns 25 min de Vaporetto. Lá tem muitas lojas artesanais, mas restaurantes eu não achei nada demais pelas dicas que li. Andamos e não achamos um local só para comer,como achei que fosse. Então, ficamos vendo as casinhas que são lindas e resolvemos voltar. Nem demoramos muito.

20120614-004114.jpg

20120614-004742.jpg

20120614-004158.jpg

Na volta, paramos em Murano para depois pegarmos outro Vaporetto para a Praça São Marcos. Me arrependi de não ter almoçado lá em Burano mesmo. O trajeto demorou e comecei a passar muito mal. Nem estava sentindo fome, mas comecei a sentir enjôo e uma dor de cabeça insuportável como eu já não sentia há anos. Quando abri a bolsa, notei que esqueci meu kit de remédios. Thiago foi ficando muito preocupado e nada de chegarmos…Quando descemos, ele meio que “brigou” comigo dizendo que eu tinha que ter comido melhor pela manha ou ter almoçado logo. Mas eu queria tanto almoçar em um restaurante lindo na beira do canal ( não lembro o nome, mas é famoso pelo que li) que preferi deixarão almoço para a volta. Resultado: estava vazio o local, diferente da noite anterior. Sentamos e eu comecei a passar mal mais ainda. Comi uns pães de entrada e nada de melhorar. Já havia pedido um spaghetti e achei que iria ficar boa até ele chegar. Que nada 😦 quando coloquei o garfo na boca, tive tirar antes que eu….

Estava chovendo e com um vento forte. Thiago nem mastigou tadinho..engoliu a lasanha para irmos logo para o hotel. Foi caro, não comi e mal fiquei no lugar que mais queria…Enfim, pelo menos melhorei depois. Só sei que ele me olhava com uma cara de preocupado que me preocupava mais ainda. Atravessamos a Ponte Rialto e entramos em um Vaporetto que mais parecia trem urbano no Rio de Janeiro. Thiago me segurava, eu bambeava e engolia seco. As pessoas empurravam e ele mal conseguia se mexer e me segurar. Chegamos, tomei remédios e deitei com a cabeça explodindo demais. Ele ficou acordado me olhando…Acordei 21h e sem fome, mas precisava comer algo. Quando fico assim, perco a fome total…No entanto, sei que errei em ter comido pouco de manhã e ter deixado para comer só em Veneza. Mas juro. Eu não estava com fome..Juntou o balanço do Vaporetto com o jejum e deu no que deu. Sinto muito por não ter aproveitado o restaurante…até a foto que o Thiago pediu para o garçom bater eu não me lembro. Provavelmente foi em um dos momentos que eu não estava com a cabeça baixa e olhos fechados.

20120614-004811.jpg

20120614-004824.jpg

20120614-004844.jpg

Melhorei e saímos às 21h para colocar um cadeado na primeira ponte que vimos quando chegamos a Veneza. Há poucos cadeados e a maioria é de 2008. Espero que não tirem 🙂 As 3 chaves estão nas águas que rodeiam Veneza.

20120614-013758.jpg

Hoje à noite, o tempo está bem frio. Preferimos comprar uma pizza e um pote de sorvete para comermos no hotel. Nada melhor do que descansar e se despedir de Veneza com uma de nossas comilanças prediletas: pizza pizza e pizza! Ainda bem que estou bem ;p

Bom gente, vou me despedindo porque está tarde e amanhã o destino é a cidade da luz: Paris. Amei esses dois dias em Veneza. Vai deixar muitas saudades dentro de mim. Muitas mesmo, mas o suficiente para guardar na memória tantos gestor de “Per Amore” que ele teve comigo… ❤

20120614-010017.jpg

Obs: se tiver muitos erros de vírgula, ou algum outro gritante, me perdoem. Fazer posts do iPad aqui no WordPress é meio trabalhoso..Beijos!

Anúncios
Sobre O Tour Nosso de Cada Dia (213 artigos)
Como bons jornalistas, gostamos de escrever. Aqui, vamos fazer uma espécie de bastidores das nossas viagens, expectativas, ansiedades, preparativos e muito mais. Esperamos dividir com você um pouquinho da nossa paixão (literalmente) por viagens.

3 comentários em Passeio romântico por Veneza no dia dos namorados

  1. Mila Rocha // 06/02/2014 às 14:55 // Responder

    Olá Aline e Thiago!!! Adoro o blog de vcs! eu e meu esposo vamos fazer um ”pernada” como chamamos pela Europa!! Gostaria de saber onde vcs se hospedaram em Veneza, já que a localização me pareceu ser excelente!! Abraço e q nunca nos faltem destinos!!

  2. Sandro Stéfano // 13/06/2012 às 21:19 // Responder

    Essa cidade é realmente mágica, amigos. Infelizmente não tive o prazer de conhecer Murano e Burano, mas ficará para uma próxima oportunidade. Que bom que você já está bem, Aline. Tem que ficar 100% pra curtir o restante da viagem. E a dica é: se alimentar muito bem no café da manhã pra aguentar o tranco do dia todo. Abração.

1 Trackback / Pingback

  1. Dicas de Veneza: o que fazer na cidade mais romântica do mundo | O tour nosso de cada dia

Ficou com alguma dúvida ou quer elogiar? Deixe-nos um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: