Chegada a Morro de São Paulo

dicas de morro de são paulo

Oi, gente! Isso aqui está com cheiro de mofo. Cof! Cof! Mas, como a ideia do blog é contar como foram nossas viagens, da Europa pra cá, não viajamos e o blog ficou parado. Também pudera, né? Quisera nós “o tour nosso de cada dia todos os dias” hahahaha. Nossa intenção não é postar todo dia, falar de pontos turísticos etc. Isso já tem e muito por aí. Infelizmente, não postamos de lá porque a Internet só pegava na recepção do hotel e, o tempo que descíamos, a gente fazias alguns de nossos trabalhos.

A viagem para  Morro não estava programada e, muito menos cumpre o que já escrevemos aqui “gostamos de arrumar as malas pelo menos de 6 em 6 meses”.  Um dia perguntaram aqui se a gente trabalhava rs.  Bom respondendo: trabalhamos de casa (e muito) e não somos ricos (ainda) hahahaha. Aliás, assunto para outro post em  que pretendo falar sobre como investimos em viagens sem quebrar os orçamentos.

Vamos comemorar meu niver, lá? Vamos!

Neste post, vou falar como foi o nosso primeiro dia em Morro de São Paulo, na Bahia. Bom, a ideia da viagem pintou porque eu, Aline, queria fazer algo diferente no dia que completasse meus 30 anos. Algo que não fosse festa. Então, pensei: vou viajar 🙂 Thiago topou, como sempre, e em julho, compramos as passagens para Salvador, numa promoção da TAM, e reservamos os dias 28, 29,30 e 31 (meu niver) de agosto para Morro e mais 2 dias e meio para conhecer os pontos turísticos de Salvador e a Praia do Forte.

Assim que chegamos a Salvador, pegamos um táxi para o local de onde saem as embarcações para Morro de SP. Fica bem pertinho do Mercado Modelo. O táxi do aeroporto cobrou R$ 103, mas acabei achando uma pessoa da Cassi Turismo que fez por 50 pilas! Olha que maravilha. Eu já sabia o nome das empresas que faziam o traslado e que ambas cobram 80 reais/pessoa de Salvador para Morro.

Já estava me preparando psicologicamente para as 2h45 de enjoo em alto mar, mas como chegamos 12h30 no cais e o próximo catamarã era 13h30, preferimos fazer via terrestre. E foi a melhor opção. A empressa Cassi nos cobrou 75 reais/pessoa e, então, pegamos uma embarcação para Itaparica e depois de uns 35min descemos e entramos em uma van super confortável. Após 1h30, descemos no atracadouro em Valença e de lá uma lancha rápida que nos levou a Morro de SP em 10 min. No final das contas, apesar do entra e sai em transportes, chegamos bem mais rápido e sem enjoos.

Assim que descemos, os nativos perguntam se você quer que eles carreguem sua mala. Como o hotel que ficamos (Portaló) era bem na entrada, não aceitamos. Mas, a dica é: se for ficar na Primeira, Segunda, Terceira e principalmente na Quarta Praia, pague os 8 reais. O caminho é bem inclinado e difícil de ir com malas. Quem não fizer isso, vai se arrepender e suar muito até chegar ao hotel rs.

O Hotel Portaló (em um outro post faço questão de falar só dele) é bem na entradinha, como falei. Chegamos, fomos levados ao chalé com vista para o mar (adoro!!), tomamos um banho e saímos para comer algo. Antes, nos deparamos com o pôr-do-sol e essa vista deslumbrante!

Eu era louca por uma foto assim :-)

Eu era louca por uma foto assim 🙂

Depois, famintos, fomos procurar algo para comer. Bem na ruazinha que tem os locais para comer, as lojinhas e, inclusive, dois caixas eletrônicos do Bradesco, de cara nossos olhos brilharam quando avistei “Bianco e Nero” – um restaurante que une comida italiana e brasileira.  Amamos carne e pedimos um Filet Mignon com batata sauté e salada. Achei que não fosse servir por ser 17h30, mas serviram tudo fresquinho e muito delicioso! Ainda ganhamos um licor de maracujá. Voltamos ao hotel, adiantamos alguns trabalhos pendentes e fomos mimi.

Thiago trabalhando? Siiiim rs

Thiago trabalhando? Siiiim rs

Amanhã eu continuo com mais postagens!

Beijos,

Aline

Posted from WordPress for Android

Anúncios
Sobre O Tour Nosso de Cada Dia (213 artigos)
Como bons jornalistas, gostamos de escrever. Aqui, vamos fazer uma espécie de bastidores das nossas viagens, expectativas, ansiedades, preparativos e muito mais. Esperamos dividir com você um pouquinho da nossa paixão (literalmente) por viagens.

5 comentários em Chegada a Morro de São Paulo

  1. Oi Aline! Na minha ida a Salvador, também esticarei uns dias em morro… você recomenda mesmo essa Cassis Turismo? Pensei em fechar todos os transportes com ela, mas já ouvi algumas reclamações…

  2. Roberta Ribeiro Vaz // 10/06/2013 às 16:06 // Responder

    Aline, nós temos muito em comum. Achei seu blog e amei! Primeiro porque amo viajar, segundo porque estou produzindo um blog com o meu marido sobre viagens e terceiro porque também sou virginiana do dia 31 de agosto. Beijos e boas viagens para nós…

  3. Adorei Aline! Lindas fotos!
    Pelo visto vc foi toda bem informada.
    Chegou direitinho no hotel, sem stresses 😉
    Legal.

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. Ilha de Boipeba e visita ao município de Cairú « O tour nosso de cada dia nos dai hoje…
  2. Morro de São Paulo: Praias da Gamboa e Ponta do Curral « O tour nosso de cada dia nos dai hoje…
  3. Hotel Portaló – Morro de São Paulo « O tour nosso de cada dia nos dai hoje…

Ficou com alguma dúvida ou quer elogiar? Deixe-nos um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: