Assistindo a uma partida da NFL em Miami

dicas sunlife stadium miami

O domingo que passamos em Miami foi, ao mesmo tempo, de felicidade e tristeza. Primeiramente, foi ótimo, porque estávamos prestes a realizar mais um sonho meu (Thiago): ir a um jogo da NFL. Por outro lado, era o sinal de que faltava só mais um dia para encerrar a nossa estadia na cidade. De qualquer forma, o importante era aproveitá-lo da melhor maneira possível – e foi isso o que fizemos.

Realização de mais um sonho: NFL no SunLife Stadium

Antes de tudo, se você quiser assistir a um jogo da NFL, seja em Miami ou qualquer outro lugar, acesse a TicketMaster e compre os seus ingressos online. Foi assim que fizemos. Pagamos cerca de US$ 50 por cada entrada, as mais baratas disponíveis, que ficam no nível de cima do estádio, atrás de uma das endzones, para ver Miami Dolphins x Jacksonville Jaguars no SunLife Stadium.

O SunLife é um pouco longe de Miami Downtown – fica mais próximo de Aventura – e, por isso, já estávamos pesquisando possíveis preços de táxi e transfer. Então, tive a ideia de perguntar para um dos atendentes do nosso hotel, que foi super gente boa conosco, se ele conhecia alguém. Ele ligou para um motorista que trabalha para uma companhia de traslado e nos passou um orçamento.

Pouco bonito o estádio, ainda vazio, uma hora antes do jogo

Pagamos US$ 140 para sermos levados ao SunLife Stadium e também ao Aventura Mall, um shopping bem grande, cheio de lojas, porém com preços não tão atrativos – com destaque para Fossil, FootLocker, Adidas, Abercrombie, Forever 21 e a gloriosa Cheesecake Factory. Passamos algumas horinhas lá, fizemos uma ou outra compra e depois voltamos ao hotel. Mas o post hoje é sobre NFL, então vamos lá!

Clima de Copa do Mundo

O Miami Dolphins não é lá dos melhores times da NFL atualmente, apesar de ter feito uma campanha histórica no ano de 1972, em que venceu o SuperBowl sem perder um jogo sequer. Aliás, o que mais tem no SunLife é referência a isso: um mini-museu dessa temporada e uma estátua do Dan Marino, quarterback daquele time, além de um dos maiores atletas de todos os tempos do futebol americano.

Clima de Copa do Mundo em um jogo “bunda” da NFL

Mesmo fazendo uma temporada pra lá de irregular, com resultados não muito positivos, o Dolphins ainda atrai bastante torcida. E isso talvez tenha sido o mais impressionante do jogo: o clima de Copa do Mundo. Ao redor do estádio, estacionamentos gigantes, com uma enorme quantidade de carros e pessoas fazendo churrasco, diversos locais para comer e beber, lojas, locais para crianças brincarem…

Tava rolando até um cover do Jackson Five quando chegamos. Fomos à bilheteria, trocamos os ingressos no Will Call e logo entramos. No estádio, que é enorme, a locomoção é toda em escadas rolantes, são várias opções de lugar para comer e decoração assinada pelo Romero Britto. Por fora, nem chama muita atenção, mas por dentro, com as cadeiras laranjas e a torcida, é um espetáculo.

O jogo é tão legal quanto na TV

A entrada dos jogadores é um show a parte. Depois, o hino americano, com a banda dos fuzileiros. Aí temos o toin coss, para ver quem começa atacando e quem começa defendendo, e só então rola a bola. A princípio, fiquei preocupado de a visão ser ruim e de não poder ter uma noção legal da distância das jogadas e dos first downs. Mas isso passou logo nas primeiras jogadas. É muito tranquilo!

NFL ao vivo é um show!

O campo não é tão grande quanto eu imaginava, dá para ver bem a bola e a animação da galera é incrível. Na hora de defender, é “Let’s go, D” pra cá, “C’mon D” pra lá… No ataque, a cada first down, o narrador fala “This is another Miami Dolphins…” e todos completam em alto e bom som: “First Down”. Sem falar na musiquinha que toca quando o Dolphins faz um touchdown – para delírio da Aline!

No fim das contas, o Dolphins ganhou de 24-3, com ótimas atuações do Tanehill e do Reggie Bush. Depois do jogo, como falei, demos um passeio pelo Aventura Mall e voltamos para o hotel. Como a Aline não para, queria ir para Miami Beach. Então, fomos. Acabamos nos ferrando hahaha. Paramos num lugar que dizia ter “drinks dois por um”. Tomem cuidado com eles, apesar de serem ótimos!

Porsche do Romero Britto no Aventura Mall e Drinks 2 For 1 em Miami Beach

Pedimos, então, dois drinks, um franguinho empanado e um hambúrguer. Mas na verdade o “Dois por um” era, tipo, se eu pedisse um, poderia ganhar outro, e Aline idem – e não se eu pedisse um o dela sairia de graça. A garçonete só explicou isso para a gente quando veio a conta (US$ 120). Ficamos putos, mas depois nem ligamos. Pagamos, sem gorjeta é claro, e voltamos para o hotel.

Infelizmente, acabou nosso penúltimo dia em Miami. No próximo post, Aline vai dar mais detalhes sobre comprinhas em Miami. Vai ter Sawgrass Mills, Collins Avenue, Washington Avenue, Lincoln Road, Aventura Mall, 5th with Alton e tudo mais. Desde as minhas T-Shirts de US$ 6 da Nike até os eletrônicos da Best Buy.

Feliz 2013 🙂

 

Anúncios
Sobre O Tour Nosso de Cada Dia (213 artigos)
Como bons jornalistas, gostamos de escrever. Aqui, vamos fazer uma espécie de bastidores das nossas viagens, expectativas, ansiedades, preparativos e muito mais. Esperamos dividir com você um pouquinho da nossa paixão (literalmente) por viagens.

2 comentários em Assistindo a uma partida da NFL em Miami

  1. Irei em um jogo em dezembro e quis ler os comentários sobre o estádio porque o MetLife Stadium(Nova Iorque) me impressionou demais.
    Gostei muito do que vi, mas só teve um erro no texto: Dan Marino não foi o QB campeão pelo invicto Dolphins de 72. Qs QB foram Bob Griese, que se machucou durante a temporada fazendo com que não jogasse mais naquele ano, e Earl Morrall.
    Sobre Marino, ele realmente foi um dos maiores, apesar de ter sido apenas o sexto passador escolhido no primeiro round do Draft de 1983.
    Ele era o maior rival de Joe Montana e jogou até 1999.

4 Trackbacks / Pingbacks

  1. Miami além das compras com muitos passeios - Guia Mais Miami
  2. Esportes e Turismo | Domingão de Twittadas
  3. Dicas de Miami: compras, transporte, onde ficar, o que fazer e muito mais! | O tour nosso de cada dia, nos dai hoje...
  4. Roteiro de Miami: o que fazer em três, cinco ou sete dias | O tour nosso de cada dia

Ficou com alguma dúvida ou quer elogiar? Deixe-nos um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: