Roteiro de 5 dias: o que você precisa saber assim que desembarcar em Noronha

dicas praia do sancho
Nada melhor do que olhar para esta tela :)

Nada melhor do que olhar para esta tela 🙂

Fomos os primeiros a sentar nas cadeirinhas da sala de embarque, já no aeroporto de Recife, no domingo, dia 20 de maio. Eu, Aline, olhava  para o anúncio da Trip e sentia coceiras de nervoso. Sim, a ansiedade me deixa desse jeito. O Thiago jogava tranquilamente Candy Crush e meus pensamentos viajavam no passado da minha infância/adolescência quando eu ouvia por inúmeras vezes minha mãe dizer “Aline, hoje tem Globo Repórter falando de Fernando de Noronha”. “Ganhei essa revista para você brincar e ela é sobre Fernando de Noronha.” Exatamente tudo de Noronha na TV, revistas, etc ela dividia comigo. Quem me conhece sabe que eu sou perdidamente apaixonada por animais e pela vida marinha. Então, imaginem como meu coração estava; faltando ainda uma hora e meia para, enfim, embarcar para um dos lugares aqui no Brasil que era meu sonho.

Felizarda promoção. Obrigada, Azul!

O destino escolhido é caro e todo mundo que ouve falar de Fernando de Noronha sabe disso. No post anterior, o Thiago, que  não tinha taaanta vontade de conhecer a ilha, escreveu ainda de lá os sentimentos que ele teve, além de algumas justificativas para ser um lugar em que quase tudo custa relativamente alto. Já fechamos todos os lugares do Nordeste que queríamos e faltava somente Noronha, pois meu desejo era desbravar maravilhas naturais do mundo depois de conhecer grande parte das existentes em meu país. No entanto, os planos de conhecer Noronha eram para 2014. Aí de repente, numa madrugada de domingo para segunda no início de março, eis que chega um e-mail do Melhores Destinos com promoção pra lá. Quando cliquei, fiquei em choque pois NUNCA vi promoção para Noronha!! Pagamos R$ 531/pessoa com taxas saindo do SDU (RJ) com escala rápida em BH e Recife, que é uma parada obrigatória em qualquer voo para lá.

Geralmente, as passagens para Fernando de Noronha custam em torno de R$ 1500, dependendo do destino. Nós não pensamos duas vezes e compramos sem saber de taxas, preços de passeios e hospedagens. Na manhã seguinte, já não havia mais voos saindo do RJ. Daí já começamos a pesquisar e conseguimos muitas dicas no grupo “Dicas de Noronha“, no Facebook, e também no blog Trilhas e Aventuras, ambos do querido Maurício, que sempre nos ajuda em destinos por aqui. Ele nos indicou uma pousada, a Del Mares, e logo fizemos a reserva. O local é simples, como a maioria das hospedagens de Noronha, mas muito aconchegante e bem localizado: no coração da Vila dos Remédios.

Praia da Conceição e Praia do Meio - Fernando de Noronha

Praia da Conceição e Praia do Meio – Fernando de Noronha

Nos futuros posts, não vamos descrever que Noronha é um arquipélago formado por 14 ilhas e ilhotas secundárias e blablabla. No site oficial do governo de Pernambuco há todas as informações úteis. Aqui no blog, nós gostamos de dividir com vocês o que vivemos, vimos, curtimos e não curtimos. Vamos mostrar os detalhes de cada passeio, o que vale a pena, dicas na prática de snorkeling entre outros. Tudo baseado na experiência que vivemos com um toque de emoção no que sentimos. Tudo isso para encher você de expectativas e coragem para arrumar as malas e passar uns dias de paz e tranquilidade neste pedaço do paraíso :). Por isto, neste post resolvi contar como é a chegada a Noronha.

Afinal, o que você precisa saber ao desembarcar em Noronha?

1 – Taxa de Preservação Ambiental: paga no aeroporto

Desembarcamos, às 16h30 de sábado (horário local, que é uma hora a menos do que a de Brasília), no menor aeroporto que já estivemos na vida.  Descemos na pistae entramos em uma sala pequena com vários guichês em que o turista é obrigado a parar para pagar a Taxa de Preservação Ambiental, que é cobrada de acordo com os dias de permanência na ilha. Neste post completíssimo do blog Viaje na Viagem há todas as informações sobre para que serve a taxa, isenções etc. Em 2013 o valor cobrado para 01 dia foi de R$ 45,60 por pessoa. Confira neste link o valor atual da taxa. No link há como pagar a taxa antecipadamente pela internet e evitar filas .Tentamos mais de uma vez, mas o link não funcionou. Então pagamos na chegada ao aeroporto mesmo e pegamos pouca fila. A dica é: saia rápido do avião para não pegar uma fila enorme. Vale lembrar que conforme mais dias de permanência na ilha, você ganha desconto na taxa de preservação ambiental.

Aeroporto de Fernando de Noronha

Aeroporto de Fernando de Noronha

Ainda no aeroporto, ganhamos uns informativos com endereço e telefones de lojas, restaurantes, locação de buggys etc, além do mapa e informativos sobre consciência ambiental. Ah, de abril a junho é baixa temporada e em um dos folhetos havia os locais que dão descontos em passeios, hospedagens, comida etc. Após pegarmos as malas, sacamos dinheiro (é importante fazê-lo, porque na vila em si não tem caixa eletrônico) e fomos para o hotel com o receptivo que veio nos buscar de 4×4. Você pode ir atrás (feito pau de arara) ou na frente. Ainda pelo caminho, comecei a achar a parte urbana de Noronha aquém do esperado. Vi algumas ruas com asfalto ruim e algumas sem asfaltos com muitas pedras, buracos e terras. Não chegue esperando ver casas e pousadas luxuosas. Até há hospedagens com luxo, mas você não percebe pelo lado de fora. A grande maioria é bem simples. O luxo de Noronha é a natureza. A Vila dos Remédios, Vila do Trinta e os outros bairros são lugares simples com características históricas.

Pousada Del Mares - Fernando de Noronha

Pousada Del Mares – Fernando de Noronha

2 – Na pousada – consciência sobre sustentabilidade

Assim que descemos na porta da pousada Del Mares (ganhe desconto na sua hospedagem aqui), o dono (Pedro) estava na porta para nos recepcionar. Ele nos pediu um minuto de atenção para nos passar informações à respeito da consciência ambiental da ilha. Inclusive, a ilha tem um programa de consciência ambiental com as pousadas. Então, o Pedro conversou sobre deixar lixo nos locais, informou sobre a economia de água e luz (a água é dessalinizada e  a luz é gerada por diesel), pediu para não entrar em lugares que não são abertos à visitação e disse que Noronha é um lugar seguro em que a maioria das pousadas ficam abertas sem recepção. No entanto, todo cuidado é pouco com os seus pertences em locais públicos. Em apenas um dia ficamos sem água quente na pousada. Já nos outros, ligávamos o quente bem fraquinho aguardando a água aquecer. A Internet na ilha estava completamente fora e após dois dias voltou. O sinal da TIM, por incrível que pareça, lá é o melhor. Mesmo assim pode ser que você não consiga utilizá-lo. Lembre-se que Noronha é uma ilha 😉

3 – Taxa do Parque Nacional Marinho: pagar antes de fazer os passeios

Além da taxa de preservação, de R$ 45,60 por dia, é necessário pagar um ingresso para visitar a área do Parque Nacional Marinho. O valor é R$75 para brasileiros e R$ 150 para estrangeiros e é válido por 10 dias. Não esqueça de consultar o site do Parque Nacional Marinho para saber se houve reajuste nesses valores. Maiores de 60 anos, menores de 12 anos, pesquisadores em serviço e moradores e seus parentes em primeiro e segundo graus estão isentos). Você ganha um cartão com seus dados é apresenta  no PIC (Posto de Informação e Controle) do Sueste, Sancho, Atalaia entre outros lugares.

Cartão de acesso ao Parque Nacional Marinho

Cartão de acesso ao Parque Nacional Marinho

Esses PIC’s são pontos de apoio ao visitante e neles há banheiros, duchas, lojas de souvenirs e locação de equipamentos para o mergulho livre. Há locais, por exemplo, como o Porto em que você apresenta o cartão para um fiscal que estará com um laptop com marca óptica. No post do Viaje na Viagem, que indiquei anteriormente, também há informações e lugares para a compra deste cartão.  Nós compramos em um quiosque bem ao lado do restaurante Flamboyant, na Vila dos Remédios.

PIC Sueste (Foto: blog Viver Noronha)

PIC Sueste (Foto: blog Viver Noronha)

Roteiro de  5 dias em Fernando de Noronha

Ficamos 5 dias e meio na ilha e fizemos os passeios na seguinte ordem:

Dia 1: Ilha Tour com a empresa Atalaia. Passeio Durou o dia todo: Cacimba do Padre,Baía dos Porcos,Mirante da Baía dos Porcos, snorkeling na Praia do Sancho, snorkeling na Baía do Sueste,Praia do Leão, Mirante do Buraco da Raquel, Museu do Tubarão e pôr do sol no Forte de São Pedro do Boldró. Saiba mais aqui.

Dia 2: Passeio de barco (Atalaia) pela manhã. Aluguel de buggy à tarde e fizemos por conta própria snorkeling no Porto à tarde, Praia do Bode, pôr-do sol no Mirante Boldró. Saiba mais aqui.

Dia 3: Snorkeling no Sueste pela manhã (com guia local) e mergulho de cilindro à tarde. Saiba mais aqui.

Dia 4: Trilha curta do Atalaia pela manhã (empresa Atalaia), apreciação das tartarugas marinhas (Projeto TAMAR) na Baía do Sueste à tarde e só, pois depois choveu muito. Saiba mais aqui.

Dia 5: voltamos à Praia da Cacimba do Padre e ficamos parte da manhã lá curtindo a tranquilidade do local. Fizemos mais fotos no Mirante da Baía dos Porcos e encerramos a manhã com a Praia do Sancho (não descemos porque o mar estava agitado demais). Durante à tarde Praia da Conceição e Praia do Meio. Palestra sobre tubarões no projeto TAMAR (noite). Saiba mais aqui.

Dia 6: Espaço Cultural Américo Vespúcio (novo) que é um museu com a história de Noronha. Fica na Vila dos Remédios. Forte de Nsra. dos Remédios,  Associação dos Artistas Plásticos e Artesãos, Praia do Cachorro e snorkeling do Porto com piscininha natural lá mesmo. Saiba mais aqui.

Confira aqui dicas gerais de Fernando de Noronha.

Não visitamos o Mirante do Golfinhos pelo simples fato de eles aparecerem de muito longe. No passeio de barco eles ficam do ladinho! Também não fomos ao festival gastronômico da Pousada Zé Maria porque somos frescos pra comer variedades. então, seria grana gasta à toa. O cansaço foi tanto durante o dia que também não curtimos forró, samba nem reggae no Bar do Cachorro à noite. Começa depois de 23h e para sair cedo para os passeios complica. Nos próximos posts, você vai conferir os detalhes de cada dia 🙂 Já estou ansiosa para escrever e mostrar lindas fotos! Qualquer dúvida desde já, é só perguntar 🙂

Anúncios
Sobre O Tour Nosso de Cada Dia (215 artigos)
Como bons jornalistas, gostamos de escrever. Aqui, vamos fazer uma espécie de bastidores das nossas viagens, expectativas, ansiedades, preparativos, dicas, roteiros e muito mais. Esperamos dividir com você um pouquinho da nossa paixão (literalmente) por viagens.

19 comentários em Roteiro de 5 dias: o que você precisa saber assim que desembarcar em Noronha

  1. Simplesmente fantástico o Blog de Voces, e esse post sobre Noronha, cheio de dicas e sugestões… Minha esposa (futura, mas já a considero minha esposa) sempre foi louca por Fernando de Noronha e vamos lá na Lua de Mel, em Setembro. Parabens e Obrigado pelas dicas.

  2. Max Miranda // 26/01/2014 às 19:46 // Responder

    Muito obrigado pelas dicas, já pesquisei inúmeros blogues, entretanto gostei imensamente do de vocês, pelas dicas valiosas e clareza. Estarei indo semana que vem (1° a 5 de fev.), as dicas de vocês ajudarão ricamente, abraços!!!
    Dr. Max Miranda.

  3. Ótimos posts sobre Noronha, de todos os que li em blogs especializados, certamente, um dos mais informativos! Vocês poderiam me dizer que câmera utilizaram para essa foto da praia da Conceição e do Meio? Própria ou alugada?

    • Obrigado, Sissi! Olha, não alugamos câmera, não, mas lá eles alugam, sim. Alugam tanto case à prova d’água para câmera e celular, como as câmeras também. Nós usamos uma GoPro HD Hero 2 para as fotos de dentro d’água e na água, e fora dela a nossa câmera normal, a Nikon D3100.

  4. Marcos Antonio da cruz // 15/08/2013 às 17:45 // Responder

    Obrigado colega, estou muit ancioso para ir com minha esposa. Estou indo 1, 2, 3, 4 de outubro 2013 mais eu quero enxugar muito as despesas, gostaria de fazer o essencial pois vou com pessoal na faixa dos 65, Alimentação, almoço e jantar, eu acho que vou ficar como vc disse na Pousada Del Mares, que achas.

    • Olá, Marco Antônio! Se você ficar quatro dias inteiros, dá para fazer:
      1- passeio de barco que dura uma manhã+ Sueste à tarde

      2- Ilha tour que dura o dia todo

      3- Atalaia de manhã e conhecer as praias da Conceição e Cachorro à tarde. Praias estas que ficam perto da Vila dos Remédios.

      4 – voltar algum lugar que gostou.

      Todos esses lugares são essenciais numa primeira visita a Noronha. Dependendo das pessoas, dá Pra descer no Sancho tranqüilamente. Lembre:se que há uma fenda com escada. Há detalhes em outro post.

      Noronha é caro e nao tem escapatória. A não ser que você coma quentinhas que vendem na casa de nativos, eu acho. Citei isso em outro post, pois conheço uma pessoa que comeu barato e andou Noronha a pé, o que acho impossível para ualquer pessoa, pois acho muito cansativo.

      Leia também o post da pousada Del Mares. Meus leitores têm desconto lá 🙂
      qualquer outra dúvida pergunte!

  5. Amanda Missel // 06/06/2013 às 8:22 // Responder

    Oi, td bem? Adorei seu post. Sou louca p conhecer Noronha e estou me deliciando aqui com as coisas q vc escreve. Mas deixa eu t perguntar, 5 dias são suficientes? Bjss

  6. Oi, pessoal. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.

    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

  7. Muito legal! Ainda vou ai. Obrigado =)

  8. Dicas muito boas…..vc acertou o passeio de barco pela atalaia direto na chegada?…porque queremos fazer e vamos agora em junho…bjs

    • Sim, acertamos na chegada. Acredito que você vá ganhar 10% noa passeios pois é baixa temporada e se não me engano é até junho. Dizem que o barco da Marlene é bem conhecido e ainda inclui a prancha VIP. Na Atalaia é só o passeio de barco sendo o prancha VIP pago separadamente. Pelo que ouvi falar, no barco da Marlene os dois juntos sai mais em conta e ainda tem almoço. Entre no grupo Dicas de Noronha no Facebook que tem gente que já fez com ela.

  9. Ficou showwwwwwwwwwwwww!
    Adorei as dicas e fotos. Parabens pelo post.
    Recomendo pra galera entrar no grupo tb: http://www.facebook.com/groups/dicasdenoronha/
    Obrigado pelas citações ao Trilhas e Aventuras. 😉
    Bjãooooo

  10. Muito legal, Parabéns!!
    Junho estarei lá.
    Obrigado pelas dicas.

1 Trackback / Pingback

  1. Dicas de Fernando de Noronha | O tour nosso de cada dia nos dai hoje...

Ficou com alguma dúvida ou quer elogiar? Deixe-nos um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: