Zoo Lujan: do contato real com felinos às polêmicas

zoo lujan

Entrar na jaula de um filhote de leão é fácil. Agora, você já pensou em entrar na jaula de um leão adulto e, de quebra, ainda jogar leite no rosto dele, sem querer, e ouvir aquele rugido baixo, mas assustador? Pois é, esta foi uma das fortes emoções que nós vivemos no zoológico de Lujan, em nossa viagem a Buenos Aires, em 2010. Como o Thiago disse no post anterior,  quem vai falar dessa experiência sou eu, Aline. 🙂

Leão adulto - Zoo Lujan - Argentina, 2010

Leão adulto – Zoo Lujan – Argentina, 2010

Primeiro de tudo, vou começar a escrever tim tim por tim tim de como chegar, como foi nosso dia e algumas dicas. Depois, eu vou encerrar o post com a polêmica de que os bichos são dopados e você vai poder conferir até mesmo o contato do diretor do Zoo. Mas, desde já afirmo uma coisa: TODOS os animais são tratados com MUITO carinho pelos tratadores, veterinários, biólogos e funcionários.

Que horas abre e como chegar

O zoológico abre 8h30 e fecha às 19h30. EVITE ir aos finais de semana, pois o zoo fica muito cheio. As visitas guiadas começam a partir de 11h. Você pode ir de ônibus (linha 57 ) que passa na Av. Sarmiento, perto da Plaza Itália. Só tenha calma porque a viagem dura duas horas. Nós fomos e voltamos de van pela empresa Fabebus (ligue no 02323-436304 ou 02323-430372 e lista de horários). Eles combinam um horário e, se você perder, já era. Tem que torcer para passar outra. Entramos em contato e marcamos em frente ao Hotel Republica, perto do Obelisco. A viagem durou uma hora. Neste link do site do Lujan também há dicas de como ir.

Zoo Lujan - Argentina, 2010

Zoo Lujan – Argentina, 2010

Quanto custa

Em 2010, pagamos 40 pesos. Mas no site oficial, você pode conferir as atuais tarifas. OBS: é bem mais barato comprar ingresso na hora e reservar a van ou ir de ônibus. Fechar com agência ou pessoas que fazem transfer sairá bem mais caro. Na época, pagamos 80 pesos por pessoa: 40 do ingresso e 40 da van. Havia guias, bem conceituados em Buenos Aires, que cobravam 150 pesos por pessoa.

Programe-se bem para visitar o zoo

A primeira dica que eu dou para você que é apaixonado por animais, como eu, e deseja visitar o zoo é: programe-se para ir em épocas que não sejam de chuva. Mas, se não tiver jeito e você for em setembro, como nós, não deixe de conferir a previsão do tempo para o dia de sua visita. A segunda dica é: programe a sua visita para os primeiros dias que você estiver em Buenos Aires. E foi justamente o que não fizemos. Deixamos para conhecer o zoo no último dia da viagem. Um dia antes, já de manhã eu olhei a previsão e vi que o tempo estava de mal a pior. Liguei cedo para o Alex (funcionário de lá) e ele me disse que havia caído uma boa chuva e o zoo não iria abrir. ENTREI EM PÂNICO E CHOREI DEMAIS. O vídeo abaixo é muito legal!:) Ele mostra a minha felicidade deste dia!

Era um sonho para mim. Era também a viagem de comemoração de um ano de namoro. Então, o Thiago resolveu ir na GOL para trocarmos as passagens para o dia seguinte à noite. Acabamos perdendo este dia todo, pois o sistema da GOL estava fora e no ápice do nervosismo, entendemos que o cartão não estava passando. A Hermínia, funcionária que até hoje tenho amizade, pediu que voltássemos depois. Demos uma volta, ligamos para a Mastecard e tínhamos limite. Voltamos à agência e entendemos, enfim, que o sistema estava fora. Sorri ao ver que tinha voo para 18h55, embora a gente tenha morrido numa grana forte (nem lembro quanto foi) porque o nosso voo de volta era promocional. Olha o que o nervosismo não faz?  E o amor também! 🙂 Thiago é demais! 🙂

Filhote de leão - Zoo Lujan - Argentina, 2010

Filhote de leão – Zoo Lujan – Argentina, 2010

Interação com os animais

Quando você chegar, não se assuste. A terra é batida e você vai achar que está em uma fazenda. Por isso, vá com uma roupa que possa sujar e, acima de tudo, vá com um tênis velho. Já na entrada, é possível ver animais soltos, como os gansos que adoram uma comida rs. Filhotes de leão, tigres, elefantes, camelos, macacos, leões adultos, tucanos, pavão, araras, cabras, bezerros, veados, burros, lhamas, ursos marrons, coelhos, bodes, porcos…São muitos animais e o tour estava só começando! Ainda na entrada, compramos um saquinho, com um tipo de biscoito, para alimentar alguns animais. Além desse, compramos outro com um doce para os ursos. É bem baratinho.

Acompanhados de um guia, entramos na jaula de um filhote de leão. Ele deixa você pegar no colo e orienta a todo tempo que não faça do bichinho um cão filhote ou um gato de estimação. Não se esqueça de respeitar os animais! Se você apertar o filhotinho e jogar para cima, por exemplo, vai tomar uma chamada ou algo parecido, pois o bicho se irrita. Ta aí um dos mitos de que eles são dopados. O tratador fica de olho e chama a atenção, chegando a convidar a pessoa a sair da jaula. Portanto, vá com calma e curta o tour.

Depois, visitamos a jaula do leão de 11 meses e eu comecei a chorar. O tratador dá a orientação de passar a mão em um único sentido para que ele não se irrite e curta o carinho. Demos leite na boquinha dele e a quantidade é bem pouca, assim como o tempo de permanência, pois entram poucas pessoas por vez.

Leão com 11 meses - Zoo Lujan - Argentina, 2010

Leão com 11 meses – Zoo Lujan – Argentina, 2010

https://www.youtube.com/watch?v=2tNpGR_rl_E

Dali, fomos para a jaula dos tigres. Um deles pegou o dedo do Thiago para brincar e ele ficou pálido. Reparem  na foto abaixo que o Thiago mal se agachava de tanto medo hahaha .Já eu, estava ali anestesiada de tanta felicidade sem acreditar que aquilo era real. 🙂

Thiago morrendo de medo do tigre - Zoo Lujan - Argentina, 2010

Thiago morrendo de medo do tigre – Zoo Lujan – Argentina, 2010

Tigre -  Zoo Lujan - Argentina, 2010

Tigre – Zoo Lujan – Argentina, 2010

A próxima jaula foi do leão adulto. Lembrando que nem sempre é possível entrar. Eles avaliam se dá para você entrar ou não. Quando fomos, havia um macho acordado e uma fêmea dormindo. Passamos entre o rabo dos dois, abaixamos para rápidas fotos e tivemos que sair em seguida. Já vi imagens por aí com pessoas dando beijinho na boca do leão, deitado perto dele e etc. Quando o Thiago foi dar o leite para, apertou demais a garrafa e espirrou uma quantidade boa no rosto do felino. Por um momento gelamos hahaha. O tratador nos tranquilizou e disse que o rugido é normal.

Thiago já amigo do leãi - Zoo Lujan, Argentina, 2010

Thiago já amigo do leãi – Zoo Lujan, Argentina, 2010

Os ursos também são uma graça! Você coloca o doce na boca e ele vêm pegar. O cachorro que havia perto é mais brabo que os dois ursos. Segundo o nosso guia, ele têm ciúmes dos amigos, pois convivem desde pequenos juntos. O dromedário também aceita o biscoitinho na boca. Além disso, é possível sentar nele para uma foto. É um fofo!

Ursos - Zoo Lujan - Argentina, 2011

Ursos – Zoo Lujan – Argentina, 2011

Dromedário -Zoo Lujan, Argentina, 2010

Dromedário -Zoo Lujan, Argentina, 2010

Dromedário -Zoo Lujan, Argentina, 2010

Dromedário -Zoo Lujan, Argentina, 2010

Além desses animais, alimentamos os gansos que ficam soltos pelo zoo, os bezerros, cabras, lhamas e porcos. Aliás, é bom lembrar que eles também merecem sua visita. 🙂 Não vi ninguém entrando lá no espaço deles, mas eu entrei, claro. Não deixei de dar carinho para nenhum bicho. 🙂 Era um dia de completa realização pra mim. Eu AMO bicho e não tenho nojo algum, mas entendo quem tenha. A maioria das pessoas que vi também alimentavam eles pela boca. Para quem é mais reservado, há como não tocar na boca dos animais.

Porcos, lhama, bezerro... Zoo Lujan, Argentina,2010

Porcos, lhama, bezerro… Zoo Lujan, Argentina,2010

Olha o Bodeeee - ZooLujan, Argentina, 2010

Olha o Bodeeee – ZooLujan, Argentina, 2010

Thiago e o burro do Shrek - Zoo Lujan - Argentina,2010'

Thiago e o burro do Shrek – Zoo Lujan – Argentina,2010

Vocês acreditam que eu fiquei com medo dos elefantes? Quando o guia nos dava a fruta para fazermos a foto, é necessário ficar de costas. De repente, você sente aquela tromba enorme perto do seu ouvido…dá nervoso demais!! Parece que ele vai andar e te derrubar. 😛

Elefantes - Zoo Lujan - Argentina,2010

Elefantes – Zoo Lujan – Argentina,2010

Por fim, fotografamos com o leão marinho e com a arara que fez carinha de “ohhhh que casal, apaixonado” (foto abaixo). Depois, fomos à lojinha e compramos o CD com as nossas fotos. Não é obrigatório, mas quisemos garantir. Nem lembro quanto foi, mas sei que não foi caro. Vale lembrar que você pode usar sua máquina à vontade. Dali, saímos literalmente correndo para não perder a van de volta que estava marcada para 13h30. Chegamos ao hotel e saímos correndo mais uma vez. Tudo isso para não perder o voo. Imagina, depois de toda a maratona pra trocar, perder o voo? Acho que se isso acontecesse eu voltava ao Lujan 🙂

Lontra - Zoo Lujan - Argentina, 2010

Lontra – Zoo Lujan – Argentina, 2010

Arara testemunha =) Zoo Lujan - Argentina, 2010

Arara testemunha =) Zoo Lujan – Argentina, 2010

Carinho e dedicação aos animais

Há muita gente que não vai ao Lujan porque lê ou ouve por aí que os bichos são dopados. Longe de querer defender, mas é simples raciocinar que o zoo existe há quase 20 anos, nunca foi fechado, tem uma grande visitação e eles dizem que nunca houve acidentes.

Não vi nenhum bicho tonto ou com aparência de que estava dopado. Não acredito que tenha substância no leite deles. É mais fácil pensar que aquilo ali ele bebe aos poucos para se entreter e se acalmar. E não é todo momento que eles tomam leite. Os animais nascem em cativeiro e crescem com cachorros em suas jaulas para se tornarem mais dóceis, não competirem por comida etc. Além disso, o contato com o ser humano diariamente ajuda e muito no processo de socialização deles. Quem não conhece, procure na internet ou leia o livro “Ariel, o leão de Deus” para entender como um felino criado com amor desde filhote é possível conviver com os humanos.

Antes de você ficar com essa dúvida, pesquise. Mas pesquise com quem sabe do assunto: os funcionários que lá trabalham. Digo isto, por que na internet tem muita coisa falsa circulando sobre vários assuntos. Para quem quiser e se interessar, há o grupo no Facebook para trocar ideias com outras pessoas, como o Alex (um dos funcionários e guia), o Hugo Francisco Castillo  (biólogo) e o diretor Jorge Alberto Semino. Conversei um dia desses com o Jorge sobre essa polêmica de animais dopados. Pedi que divulgassem mais informações no site, que infelizmente não é muito bom, mas é o cartão de visitas do zoo. No UOL, saiu uma matéria há pouco tempo e abaixo, há os links no YouTube que mostram o adestramento dos animais. Aliás, quem quiser acampar lá para acompanhar como os bichos são tratados durante o dia e à noite, basta agendar com o zoológico.

Vista de grupo de biólogos brasileiros ao Zoo Lujan

Amansamiento de felinos en el Zoo Lujan

Segunda Parte – Amansamiento en el Zoo de Luján

Domingo Legal – Bruna e Diana em zoológico na Argentina

Matéria veiculada em canal de TV argentino

Anúncios
Sobre O Tour Nosso de Cada Dia (213 artigos)
Como bons jornalistas, gostamos de escrever. Aqui, vamos fazer uma espécie de bastidores das nossas viagens, expectativas, ansiedades, preparativos e muito mais. Esperamos dividir com você um pouquinho da nossa paixão (literalmente) por viagens.

17 comentários em Zoo Lujan: do contato real com felinos às polêmicas

  1. Queria dizer que o seu post foi um dos grandes motivadores para fazermos a viagem para Buenos Aires e também para conhecer o Zoo. Li muita coisa ruim na internet, e fiquei com um pé atrás, mas decidimos descobrir por nós mesmos. A viagem aconteceu no ano passado, mas somente agora publicamos em nosso blog Sabores e Viagens. Obrigada por compartilhar a sua experiência de um ponto de vista pessoal, sem dramatizar e sendo aberta às críticas e opiniões. Muitas viagens para vocês!

  2. https://www.facebook.com/jorgealberto.semino

    Amansamiento de felinos en el Zoo Lujan – YouTube
    Video de amansamiento de felinos en el zoo lujan▶ 12:45
    http://www.youtube.com/watch?v=T40h9k_oOXo
    28 ene. 2011 – Subido por Ary Kaplan Nakamura
    Amansamiento de felinos sin violencia ni fármacos en el Zoo Lujan.
    amansamiento zoo lujan 1 – YouTube
    Video de amansamiento de felinos en el zoo lujan▶ 9:21
    http://www.youtube.com/watch?v=lvkhfAXDjLU
    1 ago. 2009 – Subido por JorgeZooLujan
    Jorge Semino Director del Zoológico de Luján, explica como obtiene que tigres, leones y pumas se comporten …
    Segunda Parte – Amansamiento en el Zoo de Luján – YouTube
    Video de amansamiento de felinos en el zoo lujan▶ 3:54
    http://www.youtube.com/watch?v=WedQw7NsGx8
    31 jul. 2009 – Subido por JorgeZooLujan
    Segunda Parte Jorge Semino Director de Zoo de Luján continúa su explicación sobre el amansamiento de …

  3. Desculpa, mas não concordo, principalmente com que foi escrito na parte de “Carinho e dedicação aos animais”, estamos falando de animais selvagens e não domésticos, vc não pode domesticar um tigre ou leão sem ser através de substâncias químicas ou que esses animais já tivessem passado por muita dor e desconforto, que chegam ao ponto de serem submissos aos humanos.

    Existem diversos parques na Florida, que fazem trabalho sério e interessante e em nenhum deles vc se aproxima dos animais, não estou falando de parques da Disney.

    É necessário que o turismo seja acima de tudo responsável e buscar informações sérias e não apenas aquilo que querem saber, tudo por uma boa foto para o facebook.

    Desculpa a crítica mas não concordo com que foi escrito.

    • Respeito sua opinião, Falcone. Porém gostaria de de dar um exemplo, dos vários que eu posso até lhe dar caso você queira mais: você disse que leão não é domesticado. Provavelmente nunca ouviu falar do livro “Ariel, o leão de Deus”? Procure a ler e ver reportagens sobre ele. Pegunte-se também por que o zoo está aberto há 20 anos. Além disso, faça uma visita para comprovar que nem sempre é possível entrar nas jaulas. Os ursos, por exemplo, atualmente não ganham mais doce da boca dos visitantes. Há leões lá muito antigos. Se fossem dopados diariamente, já estariam morto há muito tempo. Não sei se você sabe, mas é permitido acampar dia e noite lá dentro para acompanhar a rotina dos animais. Acho que todo mundo que suspeita que eles são dopados, poderia fazer esta experiência para se certificar do que está falando.

  4. ola como faço para contratar a van em buenos aires

  5. Aline, nem sei o que dizer. na verdade sei TO MORRENDO DE INVEJA kkkk serio viu um dos maiores sonhos da minha vida é abraçar um gatinho desses afff agora não tem jeito tenho que ir a Buenos Aires. kkkk valeu pelo pos pelas fotos e pelas dicas – eita saudades de Noronha viu bjs

  6. FAntástico! Simplesmente o melhor post do zoo que eu já vi.
    Cheio de dicas ótimas e fotos incriveis. Parabens.
    Não sei como vc resistiu para não agarrar o tigre ou o leão para um foto.
    Eu morro de vontade de fazer isso, ahahhaha
    Bjs

  7. Oi Aline !!!
    Adorei o seu post !! Muito detalhado e cheio de informações. Com certeza vou deixar aqui guardado para quando eu for ao zoológico…
    Abraços.

  8. Sensacional, Aline. Você e o Thiago foram super corajosos, hein? O que a gente não faz por uma foto. hehehehe… Adorei o post e a dica, da próxima vez vou querer conferir. Abs.

  9. Emocionante, só de ler e ver as fotos… Desejo um dia poder fazer essa visita. Muito lindo!
    Ah, além do Ariel, tem tb o leão Christian. Lindas histórias.

1 Trackback / Pingback

  1. Roteiro de Buenos Aires em 3, 4 ou 5 dias | O tour nosso de cada dia nos dai hoje...

Ficou com alguma dúvida ou quer elogiar? Deixe-nos um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: