Dicas de Saint Barth: saiba tudo sobre a ilha chique do Caribe

anse du gouverneur saint barth

Saint-Barthélemy, Saint Barth ou Saint Barths é uma ilha francesa que fica bem perto de Saint Maarten. Conhecida como a ilha mais chique do Caribe, ela mistura a beleza caribenha com a sofisticação européia. Cercada de mansões, hotéis de luxo caríssimos (um diária pode custa até 10 mil euros), lojas de grifes e praias badaladas, Sainth Barth não é pouca ostentação não, meus amigos! Celebridades adoram passar o final de ano por lá como, por exemplo, Kate Moss que já fez topless, Beyoncé e Jay Z e jogadores de futebol europeu amam fazer festas de arromba e a pop star Madonna também é fã da ilha.

columbier saint barth

Gustavia é a capital, onde há enormes iates esperando por seus milionários donos. Ouvimos dizer que o Roman Abramovich, dono do Chelsea (clube de futebol inglês) possui dois iates que são um dos maiores do mundo. Ostentação pura, né? Mas não para por aí não! Os iates sequer conseguem entrar no porto de Gustavia, de tão grandes, e possuem anti-mísseis, anti paparazzi e heliponto. Que sofrência, hein. Ah, fora que ele tem uma casa em uma ilha privada. Tipo, ele é quase o dono de St. Barth, pelo o que parece.

gustavia saint barth

Lemos muitas dicas no Viaje na Viagem que tem vários posts do tipo “Saint Barth para duros” e nos ajudou bastante. Mas a gente aposta que você deve estar se perguntando “Aline e Thiago, então St Barth só é acessível para quem pode pagar hotéis de € 1000 a diária?” E a gente te responde “Calma, somos pobres mortais e estamos aqui para dizer que é possível sobreviver conhecendo a ilha sim.” Primeiro porque você pode fazer um bate e volta de Saint Maarten, alugando um carro e percorrendo todas as praias.

anse do gouverneur saint barth

Como nós não dirigimos, resolvemos ficar 3 dias para ter tempo de conhecer tranquilamente. Mas, infelizmente não curtimos tanto como queríamos. No primeiro dia porque não fez sol, então só demos uma volta. O segundo foi totalmente perdido porque só choveu o dia todo. Já o terceiro, o sol deu as caras e conseguimos pelo menos ir nas duas praias mais bonitas na nossa opinião: Anse du Governeu e Colombier (mais pra baixo a gente fala delas).

Abaixo, vamos relatar onde ficar, quanto levar, quando ir e muito mais. Confira!

Como chegar: nós saímos do lado francês, em St. Martin e fomos de barco pela Voyager, saindo de Oyster Pond. A viagem dura uns 30 minutos e foi tranquila. Não enjoamos. Se preferir ir por St Maarten, pela capital Philipsburg. há a empresa Great Bay. Para quem quiser ir de avião, as empresas Winair e St.Barth Commuter são as opções. Abaixo, fotos do terminal marítimo e do aeroporto, o segundo menos do mundo.

dicas saint barth

dicas saint barth

Como ir de Saint B:arth para Anguilla nós fomos com a Anguilla Service. Um avião de apenas 6 lugares que sobrevooa por 12 minutos. A experiência é ótima!

Anguilla Air Service

Anguilla Air Service

Quando ir: durante todo o ano a temperatura é bem agradável. A média é de de 29C no verão e de 26C no inverno. A alta temporada vai de dezembro a abril e a baixa via de junho a outubro. Ouvimos dizer que entre junho e novembro alguns hotéis não abrem. Por isso, entre em contato com os hotéis antes de se planejar.

columbier saint barth

Onde ficar: se você tem bala na agulha e pode pagar muitos euros por uma diária, não hesite. Os hotéis mais tops e caros são  Eden Rock (mais famoso e o mais antigo da ilha), Le Sereno, Isle de France, Tom Beach,  Guanahani, Le Toiny. Agora, se você é pobre mortal como nós, mas quer curtir a sofisticação de Saint Barth, separamos os seguintes locais acessíveis ao bolso:

Albergue Peti Anse: foi a opção mais em conta que achamos. Não é um albergue com várias pessoas, mas sim uma pequena casa. Nós ficamos lá e adoramos. Na baixa temporada a diária foi de €89. Com carro, saia a €110. É uma casinha com vista para o mar, mas fica em Flamands, que não é perto do Centro ou das praias badaladas, mas de um dos lugares que achamos mais bonitos: Praia do Columbier. Para quem curte natureza, vai amar. A casinha fica bertinho da trilha que dá acesso à Praia do Columbier. Não tem Wi-Fi nem TV. Há duas camas, banheiro bom, geladeira, fogão e mesa, que ficam na varanda. Simples, mas super limpo.

columbier saint barth

SunSet Hotel: diária a partir de €130, na baixa temporada. Ele é simples, mas lemos boas recomendações no TripAdvisor. O hotel fica bem no Centro, em frente ao porto de Gustavia. A localização é ótima. Dá pra ir a pé à praia de Shell Beach. Nos arrependemos de não ter ficado lá. Gastaríamos muito menos de táxi.

Salines Garden: é um charme! Os cottages são os nomes dados às hospedagens. Entre no site e você já vai se apaixonar. tem até musiqueinha lenta de fundo. Na baixa temporada custa entre € 110 a €140 e ainda inclui café da manhã. A gente queria ficar lá, mas deixamos para em cima da hora e não havia mais disponibilidade.

Onde comer: compramos coisas no mercado no centro, mas tem um em St Jean que dizem ser mais barato. Tomávamos um café bem reforçado e levamos queijos e pães para a praia no punico dia que não choveu. Nós fomos somente em um lugar caro, o Do Brazil (do de um ex-tenista que é casado com uma brasileira) que de Brasil não tem nada rs. O clima é bem legal e ele fica na praia de Shell Beach. Nosso almoço (sem cerveja, somente refri e dois drinks) deu 120 euros e ainda ganhamos duas rodadas de uma bebida num copinho que estava uma delícia.

gustavia saint barth

do brazil saint barth

do brazil saint barth

Comemos também na delicatessen italiana Kiki e Mo, em St.Jean, que é um dos lugares mais baratos. Ela é bem pequenininha, mas tem balcão e duas mesas. Pagamos em dois hamburgueres com fritas e sorvete 40 euros. Também em St Jean, comemos  uma deliciosa pizza no Andy’s Hideaway. Lá tem pratos bem em conta também. Em Gustavia, comemos crepes deliciosos na La Crêperie que também tem preço acessível. Pagamos 50 euros.

onde comer saint barth

O que fazer: há baladas m St Barth, mas nos dias que fomos não havia nenhuma. Então, o que indicamos é passeio de barco, praia, praia e praia. Se você tiver com grana, gaste nas lojas de grife em Gustavia. Lá tem Luis Vuitton, Bvlgari, Hérmes, Cartier,Longchamp, Ralph Lauren entre outras. Não pense em encontrar descontos. Uma porque a moeda é o euro e outra porque a ilha é sofisticada então outlet ou desconto não é o estilo de St. Barth. Há outras lojas bem legais com roupas de praia, mas todas bem carinhas.

dicas saint barth

Praias mais bonitas de Saint Barth: na nossa opinião, Colombier e Anse Du Gouverneur. Conhecemos as duas no mesmo dia, o único que o sol saiu. Ambas não têm estrutura alguma. A primeira o acesso pode ser feito por uma trilha de uns 30 minutos. A vista é absurdamente linda. Ainda bem que conseguimos fazer no último dia. A trilha é bem pertinho de onde nos hospedamos, como escrevemos mais acima. Você pode escolher uma operadora que faça passeios de barco também. A água é linda. Eu, Aline, fiz até topless!

columbier st barths

columbier st barths

columbier st barths

Anse Du Gouverneur tem um tom de água verde azulado ou azul esverdeado que não conseguimos definir muito bem. Quando o sol fica forte, é impressionante a cor. Vale a pena passar o dia lá! Dica ótima: no caminho, para e faça uma foto lá de cima, mas tome cuidado pois esta parada é bem na curva em plena estrada. E também tome cuidado para não cair lá de cima, pelo amor de Deus rs Nós íamos para Saline Beach, mas resolvemos ficar aproveitando Governeur. Caiu uma chuvinha, muitos foram embora e nós ficamos em uma parte com árvores. A nuvem passou e o sol abriu. Cenário comum no Caribe.

anse du gouverneur saint barth

anse du gouverneur saint barth

anse du gouverneur saint barth

Outras praias de St. Barth:

Flamands, que ficava perto de onde nos hospedamos. Lá tem um restaurante na areia e também um do Hotel Isle de France. Não fomos porque não tinha sol e por isso a praia não fica tão bonita. Ela estava fazia e com muitas ondas.

St Jean é a praia do aeroporto. É onde fica o famoso hotel. Eden Rock. Nela há bastante jovem e clima descontraído em razão dos beaches clubs omo o Nikki Beach e o Tom Beach. Demos uma passadinha no primeiro dia, sem sol, e fizemos só uma foto.

dicas saint barth

dicas saint barth

Grand Cul de Sac é a praia do Hotel Le Sereno. Não fomos nela. Lemos que é bom ir se você quiser almoçar lá. Shell Beach é fica em Gustavia, a poucos minutos a pé do Centro. Gostamos bastante dela, mas só paramos no restaurante Do Brazil para almoçar e curtir o fim de tarde. Ela é bem procurada por jovens também. Muitos param suas lanchas e ficam bebendo e ouvindo músicas, mas não com som alto.

Moeda e visto: a moeda oficial de St Barth é o Euro. Não há necessário visto para permanência até 90 dias. Porém, mesmo que você fizer um bate e volta a St Barth, não deixe de levar seu passaporte. Do contrário, você não passará na imigração.

moeda saint barth

Como se locomover: se você dirige, não pense duas vezes. Alugue um carro. Infelizmente a duplinha aqui (os dois não gostam de direção) não dirige e sempre gasta com táxi. Pra vocês terem uma ideia, em 3 dias só de táxi gastamos 560 euros. Era 25 para ir ao centro, mais 25 pra voltar. 30 para ir para um praia, 25 para outro e por aí foi. Então, alugando um carro sairá muito mais em conta. Mas, para quem não dirige, dicamos a Liliane, uma taxista muito simpática que andamos todos os dias: lilianetaxistbarths@gmail.com (+59) 0690-649579. Saint Bath é bem elevado, por isso as ruas são bem estreitas e com muitas curvas. Tome muito cuidado ao dirigir na ilha.

Quanto levar: tudo vai depender dos dias que você quer ficar, qual seu estilo de comer etc. Para 3 dias, levamos 1000 euros, sem contar com a hospedagem. Não se esqueça que no Caribe é comum pessoas levarem bolsas térmicas para as praias que não têm estrutura. Se no Brasil é feio, no Caribe é chique hahaha Ninguém vai ficar olhando torno quando você tirar seus refrigerantes, cervejas, sanduíches, queijos e vinhos da bolsa.

St Barth não é impossível de se visitar. Tudo vai depender mesmo do seu estilo de viagem. Um bate e volta pode ser suficiente. A gente deu azar e sorte ao mesmo tempo. Azar porque dois dias ficaram com tempo fechado e sorte porque pelo menos em um dia conseguimos curtir as praias que mais queríamos. Então, avalie bem a época, seu orçamento etc e planeje-se. Impossível de curtir a gente já te provou que não é. 😉

Anúncios
Sobre O Tour Nosso de Cada Dia (214 artigos)
Como bons jornalistas, gostamos de escrever. Aqui, vamos fazer uma espécie de bastidores das nossas viagens, expectativas, ansiedades, preparativos e muito mais. Esperamos dividir com você um pouquinho da nossa paixão (literalmente) por viagens.

5 comentários em Dicas de Saint Barth: saiba tudo sobre a ilha chique do Caribe

  1. Juliana Fernandes // 28/06/2016 às 10:50 // Responder

    Oi… li que em seu comentário que podemos levar normalmente nossa mala de mão de outra de 23kg no Ferry de ida a Anguilla, quanto ao barco de volta entre St. Bath a St. Martin é a mesma coisa?

  2. Fantastico !! irei para Anguilla e pretendo conhecer Saint Barth…qual é o valor aproximado deste avião de Anguilla servisse ?

  3. Adorei o relato!

Ficou com alguma dúvida ou quer elogiar? Deixe-nos um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: